Buscar as Coisas do Alto

O Estudo Bíblico desta semana nos instrui sobre o "Buscar as Coisas do Alto" com base no texto de Colossenses 3.1-4.
Texto base: Colossenses 3.1-4.
 
No capitulo dois,
 
Vv. 23 Ascéticos = Homens que buscavam uma religião auto-escolhida. 
 
Vv. 8-15 – O apóstolo Paulo faz sérias Advertências contra os falsos mestres e os terríveis ensinos, homens que negavam a divindade de Cristo bem como a sua obra redentiva;
 
Vv. 16-19 – O apóstolo combate o terrível cerimonialismo que tais homens tentavam perpetuar no seio da Igreja, vejamos por parte:
 
Havia um grupo de homens inquiridores que os julgavam( julgavam os crentes), Principalmente quando eles não obedeciam aos atos cerimoniais que eles julgavam ser os mais corretos;
Havia também no seio daquela comunidade um culto chamado de “Culto aos anjos” onde alguns pretextavam humildade e se diziam entrar em uma esfera espiritual e celestial, com um “pseudo” tipo de experiência superior; Eles procediam assim defendendo com isso uma falsa humildade que na verdade era a palavra da moda, tal palavra era usada em conexão com o jejum, a conseqüência desse ato para tais homens, era que eles seriam introduzidos na esfera espiritual; a humildade deles na verdade era uma capa que eles usavam para tentarem encobrir os seus orgulhos excessivos.
 
Vv. 17ª. O apóstolo Paulo afirma com a autoridade que lhe é concedida pelo espírito que tudo aquilo que era uma sombra das coisas que haviam de vir e que vieram e foram consumadas em Jesus.
Sombra (esquia) = É algo que não tem substância em si mesma, porém indica a existência de um corpo que a produz; Ou indica um embolso, um mero esquema de objeto, em contraste com o objeto em si. Isso significa que os rituais do A.T, eram meros esquemas das verdades redentivas do N.T. reveladas em Cristo Jesus.
 
Exemplo. Era um projeto arquitetônico, que posteriormente revelou toda a sua beleza quando concretizado.
 
Vv. 17b e 19 – porém a construção, o corpo é Cristo, e a esse eles não valorizavam (os ascéticos), sendo o nosso Senhor o cabeça e o Senhor de tudo e todos;
 
Vv. 22. O apóstolo afirma que a obediência a tais práticas, não tem valor algum contra o pecado.
 
No capitulo três,
 
Vv. 1 – O nosso irmão Paulo começa usando uma oração condicional, assumindo a realidade da condição o que Paulo afirma então é: “Tendo em vista que vocês com Cristo”.
 
Busquem as coisas lá do alto... Ou simplesmente as coisas do mundo celestial. Aqui é feito o contraste, das coisas do alto e as do baixo e era exatamente assim que procediam os mestres rabínicos com todos os seus ensinos. Buscar dentro do contexto significa procurar, o que no tempo presente demanda uma atividade contínua e habitual. O apóstolo então diz para eles por que eles devem buscar as do alto ...É lá onde Cristo vive ( afirma nas entre linhas a ressurreição de nosso Senhor e Salvador Jesus. O ato de sentar-se a direita era considerado uma posição honrosa.
 
Vv. 2- O apóstolo agora recomenda que eles também devem pensar nas coisas do alto e não nas coisas terrenas; Enquanto que Buscar transmite-nos a idéia de uma ação exterior ou prática visível, o Pensai se refere mais a uma disposição interior do tornar-se em pensamento para Deus. 
 
Vv. 3- E a vossa vida está oculta juntamente com Cristo, o culta no contexto traz a idéia de Esconder e conseqüentemente significa:
 
Segredo. Onde a vida do Cristão é nutrida por fontes secretas.
Segurança “com Cristo em Deus” marca uma dupla proteção.
Identidade. O verdadeiro crente é identificado com o Senhor ressurreto (O tempo perfeito da palavra sugere uma ação que foi completa no passado).
 
Vv. 4. Então quando Cristo se manifestar diz o apóstolo Paulo, fazendo referência a segunda vinda de Cristo o véu será removido de modo que as coisas que agora estão ocultas aos nossos olhos nos serão iluminadas, de uma maneira completa.
 
CONCLUSÃO: Todo crente verdadeiro deve buscar as coisas do alto e nelas pensar conseqüentemente matar a velha natureza terrena que é fonte do pecado.

Última atualização em Sáb, 21 de Setembro de 2013 17:57